quarta-feira, 13 de maio de 2009

MOVIMENTOS SOCIAIS NA REPÚBLICA VELHA

Movimentos Sociais de Oposição à República Velha
Pequena Síntese Desorganizada.


Cabanas dos moradores de Canudos.


GUERRA DE CANUDOS (1896-1897)
· Governo Prudente de Morais 1894-1898.
· Nordeste da Bahia – numa antiga fazenda chamada Canudos/aldeia Belo Monte/20 mil habitantes.
· Superexploração e uma década de secas agravavam a situação de miséria e fome dos sertanejos.
. Movimento messiânico de oposição à república.
· Antonio Conselheiro – líder carismático com discurso capaz de mobilizar a população pobre.
· Organização econômica de subsistência com pequeno comércio de excedentes.
· Possuíam pequenos grupos armados para proteção (Pajeú e João Abade).
· Acusados de serem monarquistas, assassinos e fanáticos.
· Expedições oficiais
1o: novembro de 1896, comandado por Manuel Pires Ferreira com 100 homens;
2o: janeiro de 1897, comandado por Febrôncio de Britto com 550 homens;
3o: março de 1897, comandado por Moreira César (gaúchos), com 1300 homens;
4o: junho de 1897, comandado por Machado Bittencourt, 15 mil homens bem armados – expedição retratada
por Euclides da Cunha no livro “Os Sertões”.
· Movimento foi violentamente reprimido, não houve nenhum prisioneiro.


Charge sobre a Revolta da Vacina

REVOLTA DA VACINA (Outubro de 1904)
· Governo Rodrigues Alves 1902-1906.
· Projeto de urbanização do Rio de Janeiro pelo prefeito Pereira Passos (“Bota Abaixo”).
· Desapropriações e derrubada de casas no Rio de Janeiro geraram muitos desabrigados.
· Osvaldo Cruz instituiu a vacinação obrigatória para combater a varíola e a febre amarela.
· População pobre abalada pela crise inflacionária se revolta e, durante quatro dias, enfrentou a polícia.
· Aos gritos de “abaixo a vacina”, cortaram fios, tomaram a Cia de Gás e espalharam barricadas pela
cidade.
· O governo reprimiu violentamente os revoltosos com apoio de Minas Gerais e São Paulo.


REVOLTA DA CHIBATA (1910)
· Governo Hermes da Fonseca 1910-1914.
· Os castigos corporais do tempo de Império ainda continuavam sendo aplicados na marinha.
· Serviço militar era arbitrário na seleção e o prazo de permanência na marinha era de 10 a 15 anos.
· Por qualquer falha os marinheiros eram condenados a prisão a ferros na solitária.
· Na reincidência os marinheiros eram condenados a castigos corporais
· Estopim foi à condenação de Marcelino Ramos a 250 chibatadas no encouraçado Minas Gerais.
· João Cândido - o “Almirante Negro”- em 22 de novembro, organiza a tomada do Minas Gerais.
· Os encouraçados Bahia, São Paulo e Deodoro também foram dominados pelos marinheiros.
· Alguns parlamentares e a população do Rio de Janeiro apoiaram o movimento.
· Hermes da Fonseca cede às exigências dos marinheiros e anistia os revoltosos.
· Logo após os encouraçados serem devolvidos ao controle da marinha os revoltosos são presos.
· Atemorizados os marinheiros se revoltam novamente, desta vez eles são bombardeados e presos.
· Retomados as embarcações alguns os rebeldes são mandados para uma base na Amazônia. Na viagem alguns são

condenados e executados. João Cândido e mais 17 companheiros foram presos. Quinze morreram na prisão e João
Cândido foi internado num hospício, mesmo tendo laudos médicos que confirmavam que não era louco.



Comandados de José Maria

REVOLTA DO CONTESTADO
· Governo Venceslau Brás 1914-1918.
· Interior dos estados de Santa Catarina e Paraná numa área contestada pelos dois estados.
· População de posseiros pobres e marginalizados que foram expulsos das terras.
· Desenvolvimento de comunidade mística de economia de subsistência.
· Líder da comunidade era o “monge” José Maria que pregava oposição ao regime.
· Movimento reprimido violentamente por uma expedição de sete mil homens que destroçou Contestado.



Lampião e Maria Bonita

O CANGAÇO
· Auge do Cangaço ocorreu durante o governo de Epitáfio Pessoa.
· Região da zona rural do nordeste.
· Os coronéis costumavam organizar grupos armados para a sua defesa e a defesa de suas terras.
· No final do século XIX o agravamento da seca e a concentração de terras na região fizeram com que esses
bandos armados passassem a assaltar para conseguir alimentos.
· Os dois líderes que receberam destaque foram Virgulino Ferreira da Silva, o Lampião e Corisco ou Diabo Loiro.
· Lampião só foi derrotado em 1938, no Sertão de Sergipe, decapitado e esquartejado sua cabeça foi exposta ao
público. Em 1940 foi preso o último dos cangaceiros, Corisco, no interior da Bahia.

5 comentários:

  1. muito boa explicação agradeço desde já .

    ResponderExcluir
  2. Muito boooooomm valew... Me ajudou na prova de historia! aqui é melhor que em qualquer lugar.
    obrigada

    ResponderExcluir
  3. Amigo,
    Corisco não foi preso, mas morto(assassinado) por uma volante.

    ResponderExcluir